Your session has expired.

Your authenticated session has expired due to inactivity. You can close this message and continue as a guest or sign in again before proceeding.

28 de Abril de 2011

Língua: EN ES

Motorola Solutions informa resultados do primeiro trimestre

A Motorola Solutions (NYSE: MSI) anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2011, com destaque para as vendas de US$ 1,9 bilhão, alta de 8% em relação ao primeiro trimestre de 2010, impulsionadas por sólidas demandas nos segmentos de governo e corporativo.

“A Motorola Solutions apresentou um excelente primeiro trimestre, com crescimento de receita em todas as quatro regiões geográficas”, declarou Greg Brown, presidente e CEO da Motorola Solutions. “Mantivemos nosso foco em lucros sólidos e geração de caixa, enquanto nossos clientes governamentais e corporativos continuaram a buscar soluções que impulsionam maior eficiência e forte retorno sobre o investimento.”

Os lucros operacionais GAAP no primeiro trimestre de 2011 foram de US$ 170 milhões ou 9% das vendas, em comparação com US$ 120 milhões, ou 7% das vendas no primeiro trimestre de 2010. Os lucros por ação GAAP de operações contínuas foram de US$ 1,06, em comparação com US$ 0,29 no primeiro trimestre de 2010.

Os lucros operacionais não GAAP no primeiro trimestre de 2011 foram de US$ 267 milhões ou 14% das vendas, em comparação com US$ 175 milhões, ou 10% das vendas no primeiro trimestre de 2010. Os lucros por ação não GAAP de operações contínuas foram de US$ 0,54, em comparação com US$ 0,33 no primeiro trimestre de 2010. As informações financeiras não GAAP excluem benefícios de impostos de aproximadamente US$ 0,52 por ação diluída relativos a despesas com remuneração baseada em ações, despesas com amortização de ativos intangíveis e itens destacados. Detalhes sobre esses ajustes não GAAP e sobre o uso de medidas não-GAAP estão abaixo neste press release.

Durante o primeiro trimestre de 2011, a empresa gerou US$ 231 milhões em fluxo de caixa operacional de operações contínuas e US$ 191 milhões em fluxo de caixa operacional de operações descontinuadas. O trimestre foi encerrado com caixa total de US$ 6,2 bilhões e caixa líquido**** de US$ 3,5 bilhões.

As vendas no segmento de Governo foram de US$ 1,2 bilhão, aumento de 5% em relação ao mesmo trimestre do ano passado. Os lucros operacionais GAAP foram de US$ 104 milhões, ou 9% de vendas em comparação com US$ 92 milhões, ou 8% de vendas no mesmo trimestre do ano passado. Os lucros operacionais não GAAP foram de US$ 139 milhões, ou 12% de vendas em comparação com US$ 98 milhões, ou 9% de vendas no mesmo trimestre do ano passado.

Destaques governamentais:

• Grandes contratos garantidos com a Airwave no Reino Unido; Fundo de Vigilância e Segurança na Colômbia; Guarda Civil Metropolitana, em São Paulo, Brasil; Condado de Cortland em Nova York; Condado de Johnson no Kansas; Condado de Berks na Pensilvânia; e Condado de Brown em Wisconsin.
• Anúncio, junto com a Verizon Wireless, de uma solução exclusiva que combina uma rede de banda larga privada e pública com segurança controlada adaptada para operações de missão crítica com os benefícios de uma rede comercial.
• Início de envio de rádios bidirecionais APX7000XE Extreme P25 para ambientes extremos com controles aprimorados e maior supressão de ruídos. Além disso, o rádio APX 7000XE recebeu o prêmio Red Dot Award, um selo de qualidade reconhecido internacionalmente, que enfatiza a importância do design nos negócios.

As vendas no segmento Corporativo foram de US$ 695 milhões, alta de 14% em relação ao mesmo trimestre do ano passado. Os lucros operacionais GAAP foram de US$ 66 milhões, ou 9% de vendas em comparação com US$ 28 milhões, ou 5% de vendas no trimestre do ano passado. Os lucros operacionais não GAAP foram de US$ 128 milhões, ou 18% das vendas em comparação com US$ 77 milhões, ou 13% das vendas, no mesmo trimestre do ano passado.

Destaques corporativos:
• Continuação do forte crescimento em todas as regiões, especialmente na Europa, com grandes contratos nas áreas de transporte e logística com a General Logistics Systems na Alemanha e com os Correios na Espanha.
• Divulgação de resultados de pesquisa anual de varejo, na qual 55% dos varejistas mencionaram que os compradores estão mais bem conectados às informações do que os vendedores nas lojas, enfatizando a necessidade de soluções tecnológicas que forneçam informações em tempo real nos estabelecimentos.
• Reconhecimento pelo RFID Journal como a marca mais conhecida em identificação de rádiofrequência (RFID).

Resultados financeiros da área de Networks

Os lucros líquidos do primeiro trimestre de operações descontinuadas foram de US$ 132 milhões. As operações descontinuadas relacionam-se substancialmente à parte do negócio de redes da empresa, que se espera seja adquirida pela Nokia Siemens Networks em 29 de abril de 2011.

Visão geral do segundo trimestre de 2011

A empresa espera crescer tanto no segmento de Governo como no Corporativo. Espera-se que as vendas do segundo trimestre cresçam entre 4% e 5% mais que no segundo trimestre de 2010, com avanço no lucro por ação de operações contínuas, de US$ 0,46 para US$ 0,51. Esta visão geral exclui a parte do negócio de redes, que tem expectativa de ser adquirida pela Nokia Siemens Networks, bem como despesas com remuneração baseada em ações, despesas com amortização de ativos intangíveis e encargos associados a itens destacados pela empresa em seus anúncios de lucros trimestrais. Agora a empresa prevê crescimento para este ano de 4% a 4,5% com lucros operacionais de 16% a 16,5% nas vendas.

Resultados GAAP Consolidados
Comparação de resultados de operações:

Primeiro Trimestre
(Em US$ milhões, exceto por quantia de ação) 2011 2010

Vendas líquidas
$1.884 $1.740
Margem bruta 942 853
Lucros operacionais 170 120
Lucros de operações contínuas*** 365 97
Lucros líquidos*** 497 69
Lucros diluídos por ação ordinária de operações contínuas: *** $1,06 $0,29
Média ponderada de ações ordinárias diluídas em circulação 344,2 334,5


Itens destacados, despesas com remuneração baseada em ações e despesas com amortização de ativos intangíveis
A tabela abaixo inclui itens destacados, despesas com remuneração baseada em ações e despesas com amortização de ativos intangíveis para o primeiro trimestre de 2011.

(por ação ordinária diluída) Primeiro Trimestre
2011
Lucros GAAP por Ação Ordinária US$ 1,06
Itens Destacados:

Redução em concessão de valorização de imposto diferido (0,71)
Reorganização de encargos de negócios 0,02
Total de Itens Destacados (0,69)
Despesa com remuneração baseada em ações 0,08
Despesa com amortização de ativos intangíveis 0,09
Despesa com Remuneração Baseada em Ações e Despesa com Amortização de Ativos Intangíveis 0,17
Total de Ajustes Não-GAAP (0,52)
Lucros Não-GAAP por Ação Ordinária US$ 0,54

Uso de informações financeiras não baseadas no GAAP

Além dos resultados baseados no GAAP incluídos nesta apresentação, a Motorola Solutions incluiu a medição dos resultados não baseados nessas práticas contábeis. Proporcionamos essas medições não baseadas no GAAP apenas com o objetivo de ajudar os investidores a compreender melhor nossos principais resultados operacionais, melhorar a conferência dos principais resultados operacionais entre períodos e permitir uma comparação mais precisa de nossos resultados operacionais com os da concorrência. Entre outras coisas, a gerência utiliza esses resultados operacionais, com exclusão dos elementos identificados, para avaliar tanto os lucros das divisões de negócios quanto os resultados relativos a determinados objetivos de remuneração por incentivos. A gerência utiliza os resultados operacionais sem incluir esses elementos, porque considera que essa medição permite realizar melhores avaliações entre períodos dos resultados financeiros das principais operações comerciais. As medições não baseadas no GAAP destinam-se apenas como um complemento das medições comparáveis baseadas no GAAP, e a empresa compensa as limitações inerentes ao uso das medições não baseadas nessas práticas mediante a utilização de medições baseadas no GAAP junto com medições não baseadas neles.

Como consequência, os investidores deverão considerar que essas medições não baseadas no GAAP se somam e não substituem as medições dos resultados financeiros preparados segundo o GAAP, e nem são superiores a eles.

Elementos destacados: a empresa exclui os efeitos dos dados destacados (e qualquer reversão dos itens

Contacts
Motorola Solutions Media Contacts

Please wait...